Loading...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

MEIO AMBIENTE - O que é?!


MEIO AMBIENTE

O que é Meio Ambiente? Não é uma área geométrica, em que se define a metade de um inteiro.

Meio Ambiente é nada mais, nada menos do que, o meio social, físico em que vivemos; ou seja, Meio Ambiente é o conjunto dos elementos físicos - químicos, ecossistemas naturais e sociais em que se insere o ser humano, individual e socialmente, num processo de interação que atenda ao desenvolvimento das atividades humanas, a preservação dos recursos naturais a das características essenciais, dentro de padrões de qualidade definidos. É o lugar onde estamos no momento, vivendo ou de passagem, em seus aspectos físicos, geográficos, químicos, biológicos etc, somado a todas as ações positivas e negativas que o homem realiza sobre o mesmo. Em síntese, o moderno conceito de meio ambiente é tudo o que resulta das interações entre a sociedade humana e a natureza, essa interação, devido ao modelo de desenvolvimento não preservacionista da sociedade atual, tem sido nefasta para a natureza, colocando-nos À beira de um eco-catástrofe. As conseqüências serão a ocorrência generalizada de fracassos agrícolas, grandes secas e falta de água, elevando o nível do mar criando milhões de refugiados ambientais, dizimação das florestas e epidemias globais, além da extinção completa de 15.589 espécies de animais e plantas. É a natureza readaptando-se aos desequilíbrios provocados pelo homem.

É de extrema urgência, repensarmos nossas atitudes, respeitemos e recuperemos as áreas verdes, nascentes, reservas florestais, matas ciliares. Cobremos - dos governantes, cientistas e empresas - políticas ambientais, tecnologias não poluidoras, alimentos sem agrotóxicos, ar puro e água limpa. São direitos que políticos e empresários têm que respeitar, sob pena de perder os seus mandatos ou sua clientela.

Então, o Meio Ambiente nada mais é do que a expressão do patrimônio natural e suas relações com e entre os seres vivos.

Meio Ambiente, na visão moderna, vem sendo entendido não apenas como a natureza, mas também como as modificações que o homem nela vem introduzindo. Temos, então, o Meio Ambiente natural, que compreende o ar, a água, o solo, flora e a fauna e o Meio Ambiente cultural ou construído, que abrange as obras de arte, imóveis históricos, museus, belas paisagens e tudo o que contribua para a melhoria da qualidade de vida e a felicidade do ser humano

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Deve levar ao conhecimento das questões ambientais, provocando mudanças de valores, hábitos e atitudes. Gerando assim, ações de preservação e conservação ambiental.

Proteger o Meio Ambiente é uma questão de cidadania e patriotismo. Zelar pelo Meio Ambiente é acima de tudo, questão de educação, respeito e ética. Temos que sair da informação (especulação) para a formação. Não basta ter pessoas informadas sobre a problemática do Meio Ambiente, mas, indivíduos formados, não para serem meros expectadores, mas pessoas responsáveis e atuantes.

REAPROVEITAMENTO DO LIXO

Uma das melhores formas de destinar o lixo é para a reciclagem, onde os resíduos se transformam em matéria prima, economizando energia, água e dinheiro, além de gerar empregos na coleta, separação, comercialização e na própria reciclagem.

Sugestão:
Descubram quais são os principais materiais recicláveis e como incentivarmos este processo.
PAPEL E PAPELÃO, PLÁSTICOS, VIDROS, LATA DE ALUMÍNIO E ETC.

O Brasil Recicla:
Óleo Lubrificante (18%)
PET (15%)
Vidro (35%)
Papelão Ondulado (71%)
Papel/papelão (38%)
Latas de Alumínios (71%)
Lixo Orgânico (1,5%)

No mundo todo tem 6 milhões de pessoas vivendo e produzindo lixo.

DE ONDE VEM O LIXO? Lixo domestico, Lixo Comercial, Lixo Público, Lixo Agrícola, Lixo industrial, Lixo Hospitalar, Lixo Verde e Entulhos da Construção Civil.

PARA ONDE VAI O LIXO? Lixões e Aterros a Céu Aberto, Aterros Sanitários, Incineradores, Centro de Triagem, Usinas de Compostagem e Usina de Reciclagem.

CURIOSIDADE: No Brasil 52,8% do lixo não recebe tratamento adequado, indo parar em lixões e aterros. Com isso, o Brasil perde mais de 4 bilhões de reais todos os anos por não reciclar o lixo, deixando de gerar empregos, degradando o meio ambiente e gerando assim doenças e a destruição da natureza.

Muda-se o mundo com idéias e participações.

Temos que ser cabeça e não calda

Temos que ser formadores de opiniões

Não posso mudar o mundo, mas posso mudar o meio em que vivo através de atitudes práticas, que possam ser exemplo para minha comunidade, como duplicador de idéias.

Ex.:
Colocar o lixo de maneira adequada para coleta:

Seletiva: Papel/papelão, Vidros, Plásticos, PETs, Orgânico e etc.

Não jogar lixo em terreno baldio. Conseqüência: Proliferação de insetos, e doenças através de contaminação.

Não queimar lixo.

Devemos diminuir o acumulo de sacolas plásticas, e não jogá-las nas ruas.

Não jogar ratos mortos na rua, por haver perigo de transmissão de doenças, como a leptospirose, que pode ser mortal.



TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES
“QUEM AMA NÃO COMPRA, MAS DENUNCÍA”

É vergonhoso no Brasil o tráfico de animais silvestres. As aves, principalmente, são tratadas com tamanha perversidade no acondicionamento para viagens. Vale lembrar que - apesar de um severo combate através de multas e penas de prisão inafiançáveis de até 6anos - ainda prevalece um escandaloso tráfico dessas aves. O transporte das mesmas é realizado de maneira inadequada culminando geralmente com a morte do animal. O meio mais utilizado é a quebra do peito ou a anestesia. O traficante o introduz em tubos de PVC que é escondido geralmente na bagagem de mão. Resultando: estatísticas revelam que 90% deles perecem. E os que sobrevivem, além de traumatizados, vão sofrer pelo resto da (curta) vida - que às vezes não passa de dias ou meses - de deficiências físicas resultante de maus tratos decorrentes da captura: bico quebrado e com freqüência pernas e asas mutiladas. Muitos destes animais, mesmo com vida, já viajam com um destino certo: serão empalhados para decorar palacetes na Alemanha, Japão e EUA. O montante do comercio ilegal de espécies silvestres movimenta o terceiro maior volume de valores no mundo, perdendo somente para o tráfico de armas e drogas.

Fauna e Flora

· Doze milhões de animais são surrupiados das matas por ano e vendidos em vários pontos do território nacional e no exterior. Os animais silvestres pertencem a União, e portanto à nação brasileira. É uma ignorância comprar o que já é nosso, só para tê-los em cativeiro. Quando os traficantes os repassam para estrangeiros, estão vendendo o que é nosso, sem repartir os lucros. São ladrões e criminosos e por isso devem ser denunciados, multados e detidos.

· Não alimente o tráfico, não seja um receptador, não mantenha animais em cativeiro. Livre-os do estresse, da solidão e dos maus tratos. Se você tem um animal silvestre, não o solte na natureza, abandonando-o à própria sorte. Ele não saberá sobreviver sozinho e morrerá em cerca de uma semana. Legalize-o no IBAMA e cuide dele com carinho. Ou então o devolva ao zoológico, para que possa ser preparado por biólogos para retornar em segurança à natureza.

· A vegetação tem tombado inapelavelmente sob o som dos machados, motos-serra e tratores com suas correntes, deixando à retaguarda os rastros de sangue da mais rica biodiversidade do planeta.

· De cada dez animais silvestres capturados, nove morrem no tráfico e apenas um chega ao comprador. É por isso que valem tanto. Não compre o último!

Nenhum comentário: