Loading...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Código Florestal não se restringe à Amazônia, diz ministra do Meio Ambiente

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou nesta quinta-feira (8) que o relatório do novo Código Florestal deve ser fruto de diálogo no Congresso Nacional, onde “não se ganha as coisas no grito”, mas sim com muita negociação e entendimento. De acordo com ela, o debate sobre o código não pode ficar restrito à Amazônia, porque o tema é mais amplo.


“O Código Florestal é uma visão ampla e diversa, que não está restrita à Amazônia. Esse é um cuidado que temos de ter. Muitos detalhes que leio na mídia atualmente colocam a questão voltada somente para a Amazônia. O Código Florestal na Amazônia é um contexto, no Sul é outro e no Nordeste é outro”, disse Izabella.

Segundo a ministra, cada bioma e cada situação de exploração local e de preservação deve ser observada isoladamente e os debates feitos com base técnica e científica. “Não é porque o Greenpeace quer ou porque os ruralistas A, B, C querem. Não há debate entre segmentos polarizados. A discussão do Código Florestal há 20 anos tinha um contexto, hoje inclui as mudanças climáticas.”

A ministra ressaltou que ninguém debateu questões econômicas importantes ou a regularização ambiental. “Queremos o agricultor produzindo de forma sustentável e correta. Não tenho nenhum interesse pelo governo de gastar milhões de reais em fiscalização se eu tenho outros mecanismos que posso usar e uma sociedade moderna.”

De acordo com Izabella, todas essas questões estão sendo debatidas pelo governo com o relator do projeto, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), com os ruralistas e movimentos sociais. “Temos que construir soluções que sejam palatáveis para serem implementadas no Brasil, assegurando a conservação das florestas no país. Temos que ter responsabilidade nessas posições para que elas sejam viáveis economicamente e assegurem a proteção do meio ambiente, os compromissos de redução climática e p pagamento de serviços ambientais.” (Fonte: Flávia Albuquerque/ Agência Brasil)

Data da notícia: 09/07/2010 - 00:03:45

Nenhum comentário: