Loading...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Queimadas atingem o Centro-Oeste, que entra em mais uma temporada de seca

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) entrou em estado de alerta por causa do período de queimadas, que começou neste mês e que se intensificará em agosto e setembro. Somente na quarta-feira (13) foram detectados 119 focos de incêndio no país, a maior parte no estado de Mato Grosso (35 focos).




O ministério já começou a promover reuniões com os setores envolvidos no combate às queimadas, como Forças Armadas, Força Nacional, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Defesa Civil, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Nacional de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), entre outros. O objetivo é unificar as ações de prevenção e combate aos incêndios florestais e queimadas.



A PRF, por exemplo, vai intensificar a fiscalização nas estradas e distribuir folhetos aos motoristas com alertas sobre os riscos de promover queimadas, acender fogueiras ou, simplesmente, jogar pontas de cigarro acesas pela janela do carro. As áreas consideradas críticas, no momento são os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e a região da Serra Geral do Tocantins.



Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), a umidade relativa do ar já está abaixo de 30% em 15 estados, principalmente na Região Centro-Oeste, onde todos enfrentam o período de estiagem. O Cptec informou que o ar deve se manter extremamente seco até segunda-feira (18).

(Fonte: Agência Brasil)
(foto: Internet)

Nenhum comentário: